Buscar
  • Editorial

Lançamento da Segunda Edição do livro "A Transfiguração da Fome" de Sara F. Costa


O livro “A Transfiguração da Fome” de Sara F. Costa foi publicado em 2018 pela Editora Labirinto e obteve em 2019 o Prémio Literário Internacional Glória de Sant’Anna para melhor obra de poesia publicada em países de língua portuguesa em 2018. Em 2021, a Editora Labirinto anuncia o lançamento da segunda edição do livro.


Segundo o editor João Artur Pinto esta é “uma obra que tem sido muito procurada não só em Portugal como também no estrangeiro, nomeadamente, em países de língua castelhana” e por isso “apesar de já não termos mais exemplares do livro, os pedidos continuam a chegar, pelo que decidimos avançar para uma segunda edição de modo a dar resposta a esta procura”


Isabel Cristina Mateus escreveu na Revista Caliban a 20/12/2019

(...) O percurso de Sara F. Costa evidencia uma abertura ao mundo, uma vivência multi e intercultural que conferem à sua voz poética uma maturidade precoce e um timbre invulgares. Sara F. Costa é já uma voz autoral na poesia em língua portuguesa, uma voz autónoma que atravessou fronteiras e à qual devemos estar atentos no futuro. A Transfiguração da Fome é o novo livro de poesia desta jovem autora, um título (duplamente) enigmático que se constitui como um desafio à interpretação acentuado pelo labirinto de imagens convocadas pelo conjunto dos poemas. Todavia, título e poemas não deixam de fornecer ao leitor o fio de Ariadne para a leitura. Ou, para utilizar aqui uma metáfora mais consentânea com a modernidade de um universo poético que fala de selfies, de instagram, de spotify ou de emails, que título e poema fornecem as coordenadas GPS ao leitor. (...)






Marta Moreira escreveu na revista Revista Intro a 26/06/2020

esta imagética, tão múltipla e fragmentada naquilo que poderíamos descrever como um sem-número de personagens, atinge-nos por vezes com inusitada violência. Seja na candura de poemas como “Aquele filho que vai nascer”, ou até num certo hedonismo presente em poemas como “About last night”, encontramos a tentativa de pintar um colossal mosaico que retrate a profundidade da dimensão humana, de tudo o que nos torna tão deliciosamente complexos, mas também de vidas consumidas numa voracidade idiomática, quer no estilo, quer na própria época em que nos inserimos.




Mar

o olhar contínuo das ondas

pousa no pensamento.

dedicamos demasiado tempo

a balouçar entre vidas,

ódios esculpidos na vértebra,

os pés em terramoto

esperando o sal da última ceia.

é nos confins das conchas

que escondo a idade

e as mortes difusas,

o movimento extremo da flecha

na destruição da carne.

os sons abrem-se em arquipélagos,

tropeçam no vocabulário,

horas e horas passadas

na indiscutível forma das gaivotas.

os lençóis de areia distraem

a solidão.



O interesse pela poesia da autora em Espanha é bastante visível. Sara F. Costa foi recentemente convidada para participar na 18.ª edição no maior festival literário Europeu, o “Cosmopoética”, realizado em Córdoba, na Andaluzia, de 12 a 20 de novembro, que teve este ano Portugal como país convidado com o objetivo de “pôr em valor a senda da cultura lenta”.

Durante a apresentação do festival, António Agredano, diretor literário da Cosmopoética, sublinhou que se pretendeu "tirar partido desta homenagem a Portugal para pôr em valor a senda da cultura lenta", explicando ainda que com esta proposta, "tanto escritores como leitores, no rescaldo da pandemia, têm a opção de se reiniciarem, de repensar a literatura, longe das correrias e da busca frenética do júbilo".

Para além de grandes nomes da literatura portuguesa como Nuno Júdice, Gonçalo M. Tavares ou Ana Luísa Amaral, Sara F. Costa foi convidada na perspetiva de “dar a conhecer as diferentes tendências da poesia portuguesa através de autores de diferentes gerações”, uma vez que é um exemplo de uma jovem poeta de “grande renome internacional" acrescentou António Agredano.


Veja aqui a reportagem de Daniela Santiago, enviada da RTP em Espanha.



65 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo