top of page
Buscar

A mais recente criação poética de Teresa Alvarez

Capa de Rafael Raf Cruz então vou reinventar-te um deus igual a nós frágil como vidro e forte como aço se tiveres que chorar há sempre alguém para te secar as lágrimas por isso vem comigo a jornada talvez demore uma eternidade desçamos devagar o tempo daqui a pouco é todo nosso #Entrevista #Autor #Literatura

Artigos Labirinto: Blog2
bottom of page